Na Pilha!

Uma despedida pilhada!

Da edição
por: Na Pilha!
Data: 22/02/2018 | 14:00

Sempre que algum pilhado procura novos ares, a gente sente uma pontinha de tristeza. Mas a gente sente, também, uma enorme felicidade por saber que novos caminhos serão trilhados.

Depois de quase 9 anos, a nossa última membro-fundadora do Na Pilha! está embarcando, literalmente, num projeto pessoal incrível. A Ana Flávia fez, hoje, sua última edição pilhada. O tema? Saudade.

Nessa combinação louca de tristeza + felicidade, a equipe pilhada fez este post com todo o carinho pra dizer: vamos sentir muita saudade de ti, Ana! E é claro que neste post a gente traz lembranças incríveis e muita queimação de filme. É a última vez, viu Ana?

Vamos às fotos?

Olha a Ana bem 9vinha, em 2009, com a Dii, também membro-fundadora do nosso caderno queridão!

 

Em 2010, comemorando o primeiro aninho do Na Pilha!

 

Quando a Ju chegou! Bora aumentar a equipe pilhada.

 

Saudade do 'prédio velho', Ana?

 

No Na Pilha! a Ana aprendeu várias coisas, inclusive a ser ajudante de Papai Noel.

 

Aprendeu, claro, a viver com emoção.

 

E, obviamente, comeu muita pizza nos aniversários do Na Pilha!

 

É Cisne Negro que você quer?

 

Uma mãozinho cheia de orgulho pra dizer: 5 aninhos do Na Pilha!

 

Pilhados e mais pilhados!

 

Um dos (muitos) bate-papos pilhados!

 

E a nossa última e mais atualizada foto. 

 

E se você acha que só os pilhados guardam memórias especiais, então espia essas recordações de duas pilhadas:


Guardo, com imenso carinho, muitas lembranças do período em que trabalhamos juntas na redação da Folha (no Na Pilha!, somamos exatamente dois anos e dois meses de parceria). Lembro da nossa primeira sessão de fotos, das edições do Bate-Papo Pilhado e do quanto foi legal promover essa interação entre estudantes e profissionais para abordar assuntos como sexualidade e mercado de trabalho. Lembro das campanhas como Te Pilha na Liga. Lembro de quando fomos a Porto Alegre, entrevistar jovens que moravam longe dos pais para estudar, da vez em que levamos uma leitora para passear em Gramado, das polêmicas difíceis que abordamos como 'pulseirinhas do sexo', 'bullying' e 'suicídio'. Com a Anaa, vivi a melhor experiência de trabalhar com alguém muito diferente de mim, mas, ao mesmo tempo, com igual ousadia e desejo de fazer o melhor. Nesta nova etapa, te desejo felicidade (sabendo que, com a sua sensibilidade, determinação e competência, será muito fácil encontrá-la)! Flores da Dii!

Diana de Azeredo

A produção do Na Pilha! inclui uma verdadeira imersão em temas complexos e desafiadores, mas também divertidos. Lembro da Ana em todos esses momentos: sempre muito envolvida na organização dos eventos, nas reuniões de pauta, nas atividades nas escolas e, especialmente, nos 'bastidores'. Muitas vezes, ela foi também a 'motorista' do grupo. Essas gentilezas, a troca de ideias, as conversas sobre livros e a dedicação em cada tarefa são o que fazem essas recordações com a Ana especiais.

Juliana Bencke

Sorry pela fotos de zilhões de anos atrás, Ana!
Queríamos apenas lembrar que muito do que somos hoje enquanto caderno jovem tem um dedinho teu. Vamos sentir tua falta nas reuniões de pauta, nas ações, nas discussões e, claro, nas comilanças de doces. Mas, acima de tudo, vamos sempre sentir muito orgulho pela tua conviccão de sempre querer o melhor!

Vai pro mundo, Ana!


Fisk