Show da cultura norte-americana

Da edição
por: Débora Kist
Data: 06/09/2018 | 11:30

O Colégio Gaspar Silveira Martins viveu cinco dias de atividades intensas na última semana e, o que foi mais bacana ainda, é que esses cinco dias foram falando em outra língua. Na segunda edição da Semana da Língua Inglesa, promovida entre os dias 27 e 31 de agosto, a escola venâncio-airense respirou e consumiu vários aspectos históricos e culturais dos Estados Unidos.

Foto: Gaspar Silveira Martins / DivulgaçãoDestaque da capa Natana Vogt, aluna do 2º ano Ensino Médio, destacou que a Semana da Língua Inglesa é uma novidade, já que foi apenas a segunda edição. 'Ano passado minha turma também apresentou uma dança, a qual foi muito elogiada e nos propuseram fazer uma novamente. Dessa vez, a apresentação foi sobre
Destaque da capa Natana Vogt, aluna do 2º ano Ensino Médio, destacou que a Semana da Língua Inglesa é uma novidade, já que foi apenas a segunda edição. 'Ano passado minha turma também apresentou uma dança, a qual foi muito elogiada e nos propuseram fazer uma novamente. Dessa vez, a apresentação foi sobre 'O Fantasma da Ópera', um musical muito famoso da Broadway.' Conforme Natana, eles estudaram a obra, assistiram ao filme e então montaram a coreografia. 'Nossa turma sempre teve facilidade com o inglês, então dublar a música não foi algo difícil. Sempre gostei de dançar, então para mim foi bem prazeroso fazer parte dessa apresentação.'

Musicais, apresentações de canções, teatro, aula de culinária foram algumas das atrações. A escola toda estava decorada com as cores e com informações sobre os norte-americanos. Desde os pequenos na Educação Infantil até os maiores do Ensino Médio, verdadeiros espetáculos proporcionados aos próprios alunos, pais e comunidade escolar. Na edição de hoje, alguns registros de momentos especiais. Good reading!

Uma semana dedicada à história e à cultura dos Estados Unidos

Foto: Débora Kist / Na Pilha!Simone Kist e Iloir Carlos Palm, pais do Gustavo, de 4 anos, aluno da Educação Infantil. 'Achamos fundamental o ensino de outra língua. É o início do processo, agregar desde cedo, pois será importante para o futuro e o dia a dia.'
Simone Kist e Iloir Carlos Palm, pais do Gustavo, de 4 anos, aluno da Educação Infantil. 'Achamos fundamental o ensino de outra língua. É o início do processo, agregar desde cedo, pois será importante para o futuro e o dia a dia.'

Interculturalidade foi o conceito utilizado pelo diretor do Colégio Gaspar Silveira Martins, Tiago Becker, para descrever a 2ª Semana da Língua Inglesa realizada na última semana de agosto. 'Foi um cronograma cheio de atividades e aprendizado da língua inglesa', destaca. As ações realizadas estavam ligadas à cultura norte-americana.
Segundo o diretor, os estudantes conseguiram expandir e ir além dos conceitos ensinados em sala de aula durante a proposta. 'A cantina da escola aderiu à Semana e preparou o tradicional hambúrguer, famoso na culinária inglesa', afirma. Conforme Becker, a intenção é manter a realização da atividade no próximo ano. 'Conseguimos atingir o objetivo indo além do estudo da língua inglesa de forma isolada', diz.

As professoras responsáveis diretamente pela organização foram Márcia Streich, Suzana Meneghetti Roos, Catherine Werlang e Evelin Siebeneichler. 'Estavam todos engajados e os alunos fizeram tudo, pesquisas sobre a cultura e história dos Estados Unidos, para mostrar aos pais e à comunidade escolar o aprendizado e a pronúncia', explica Suzana.
O envolvimento de forma espontânea dos alunos é um dos motivos que faz a professora de inglês Márcia Streich ver a importância que a atividade traz para cada aluno, professor e comunidade escolar. 'Queremos que cada um saia um pouco melhor, mais rico dessa Semana, que levem para sua casa, família ou vida algo significativo', destaca. Todos os envolvidos, segundo ela, participam das ações propostas seja na sala de aula, na música ou no teatro. 'Todos estão nos dizendo que adoraram as apresentações e adoraram estar em cena', comenta.

 

Foto: Débora Kist / Na Pilha!Victória Marcon, 13 anos, aluna do 7º ano. 'Trabalhamos muito com a decoração, passamos vários desafios e precisamos pensar juntos. Mas todas as atividades foram muito legais.'
Victória Marcon, 13 anos, aluna do 7º ano. 'Trabalhamos muito com a decoração, passamos vários desafios e precisamos pensar juntos. Mas todas as atividades foram muito legais.'