Sem branco na hora da prova

Da edição
por: Ana Carolina Becker
Data: 18/10/2018 | 12:00

Foco e preparação. Talvez essas sejas as duas palavras que melhor descrevam a edição de hoje do Na Pilha!, que traz como tema principal a preparação para o Exame Nacional do Ensino Médico (Enem) que garante aos jovens bolsas de estudo e vagas em instituições de ensino privado e públicas do Brasil. É nessa época do ano que a revisão de conteúdo e produção de redações se intensificam. Pensando em ajudar os estudantes que estão se preparando para a prova que ocorre nos dois primeiros domingos de novembro, buscou-se dicas com a professora de Língua Portuguesa e de Produção Textual, Luana Schonarth, sobre os possíveis temas da redação que é tão temida pelos jovens e passos para se construir um texto nota dez.


 

Foco na bolsa de estudos

Foto: Ana Carolina Becker / Na Pilha!.
.

Sempre que tem algum tempo livre, Carolina da Rosa, 18 anos, dedica-se aos estudos. Com o sonho de conquistar uma bolsa de estudos em uma universidade privada para cursar Nutrição, a jovem que concilia a vida de estudos com a de trabalhadora no comércio, aproveita qualquer 'brecha' para estudar.

Desde março, quando optou por dedicar-se ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), ela convive com um cronograma de estudos em casa e no Grupo de Redação da professora Luana Schonarth. ' Dedico meu tempo livre para os estudos semanais, na parte da noite principalmente onde produzo minhas redações, acompanho vídeo aulas e faço à leitura de livros direcionados as questões do Enem', relata.

É pelos meus pais e meus sonhos que busco um futuro profissional e de sucesso

Além de se envolver-se com o aprendizado nas horas vagas, no intervalo do trabalho, utiliza de aplicativos direcionados ao exame. 'E claro, no cursinho, onde escrevemos para praticar , conversamos sobre os possíveis assuntos e seminários semanais que auxiliam na argumentação textual', conta.

Sabendo que para atingir um objetivo precisa correr atrás, Carolina se organizou e começou no cursinho. 'Procurei fazer uma rotina diária de estudos para que em novembro eu tenha uma excelente nota', salienta. No entanto, a jovem estudante não está sozinha nessa caminhada, os pais são os maiores incentivadores desde o início. 'Buscam ajudar da maneira que podem sem pensar duas vezes. Sou muito grata por isso, pois acho que o apoio da família é muito importante nesse momento e faz, com certeza, toda a diferença.'


É na prática que se aprende

Luana Schonarth tem 25 anos e é professora de Língua Portuguesa e de Produção Textual, além de dar aulas em escolas e em cursinhos preparatórios, a profissional é responsável pelo 'Grupo Redação'. O curso, ministrado em Venâncio Aires, surgiu através de constatações da parte de Luana, sobre as fragilidades dos alunos em relação à elaboração de textos dissertativos-argumentativos.

A ideia original do projeto era reunir uma galera com objetivos em comum (conquistar uma boa nota na redação Enem) e juntos estudarem o gênero e os possíveis temas de redação. Entretanto, essa 'brincadeira' de estudar com os alunos ganhou, ao decorrer do ano, um caráter mais acadêmico. A professora conta que logo no primeiro ano, em 2017, foram duas turmas (no semestral) e, posteriormente, mais uma (no intensivo). 'Foi demais! Entretanto, mais legal ainda foram os resultados dos alunos. Alcançamos médias importantes, chegando a 940 pontos na redação (em um contexto em que apenas 53 alunos, no Brasil, tiraram mil pontos)', comenta. Em 2018, no segundo ano do grupo, são quatro turmas a todo vapor que seguem na preparação para a prova que ocorre nos dias 4 e 11 de novembro.

Foto: Arquivo Pessoal / Na Pilha!.

No grupo redação, além de fundamentar os alunos em relação ao gênero textual e às competências do texto Enem, Luana propõe, ao decorrer do ano, inúmeros debates, também chamados de seminários, com profissionais das mais diferentes áreas do conhecimento, de forma a munir a galera de repertório argumentativo. As escolhas desses encontros acontecem a partir de temáticas cotadas como possíveis temas da redação do exame. 'Sempre digo que explicar as particularidades da redação Enem é relativamente tranquilo. A complexidade está, entretanto, em ajudar os alunos na construção de bons apontamentos e na reflexão crítica sobre as temáticas propostas" enfatiza.

Tempo de preparação
Segundo Luana, o período necessário para a preparação do candidato é relativo. Ao mesmo tempo que muitos têm facilidade na hora de produzir textos, outros têm mais dificuldade. Assim, cabe a eles se dedicarem aos estudos com maior intensidade e antecedência. A grande questão está na regularidade da escrita, que nada mais é do que prática e a proximidade com o texto. 'Eu, por exemplo, ando muito mal de bicicleta. Sabe por quê? Porque não ando. Aposto que se eu me dedicasse à tal prática, especialmente de forma diária, em menos de um mês eu já estaria voando as tranças de bike por aí. Acontece, dessa forma, a mesma coisa com a redação. Só escreve bem ou aperfeiçoa a sua escrita aquele que escreve', destaca.

A partir de uma redação, é possível identificar importantes habilidades (ou a falta delas) nos sujeitos: conhecimentos específico e geral, competência linguística, força argumentativa, criticidade para com os assuntos propostos. Percebemos, assim, que a avaliação através da escrita sempre ocupará um importante espaço nos processos seletivos, com pesos na nota geral cada vez mais significativos. Seja para o Enem, para o ingresso a uma instituição de ensino ou, até mesmo, uma seleção de emprego, estar munido e preparado com um bom vocabulário e com importantes embasamentos teóricos de assuntos que estão sendo discutidos na atualidade fazem de você um forte candidato para a tão sonhada vaga.


 10 dicas para você arrasar no Enem

1. Dê preferência a uma escrita clara, sem muitas firulas e prolixidades.
2. Lembre-se: o texto precisa ter um início, um meio e um fim. A introdução apresentará a temática, os desenvolvimentos problematizarão a proposta e, por fim, a conclusão trará a forma de intervenção.
Sua redação terá, em média, 4 parágrafos.
1º: Introdução
2º Desenvolvimento 1
3º Desenvolvimento 2
4º Conclusão
(É o jeito mais prático de fazer a redação).
3. Acrescente informações pertinentes ao tema proposto, que confirmem as colocações do redator.
4. Pense bem sobre as escolhas de discussão, dentro do tema, perminentes à situação atual.
5. Faça uso de conectores variados.
6. Compreenda que o tema do Enem sempre será um problema; logo, devemos pensar de forma crítica sobre. Para tanto, estude e compreenda bem a temática proposta.
7. Escolha uma intervenção para as problemáticas mencionadas ao decorrer dos desenvolvimentos. Assim, escolher Quem, O Quê, Como E Por Quê executar tal intervenção são fatores necessários.
8. Observe a estética do texto. Antes de entregar a redação, pergunte-se: ela está bonita? A letra e a harmonia entre o tamanho dos parágrafos são importantes.
9. Respeite os Direitos Humanos.
10. Tente, por meio de boas relações históricas, filosóficas, dados atuais, citações, surpreender e cativar o seu leitor.