Na Pilha!

As oportunidades que eles estão aproveitando

Da edição
por: Régis Fabris
Data: 08/08/2017 | 14:15

Teatro

Foto: Divulgação / Régis Fabris.

'Uma forma de se expressar, mostrar a espontaneidade, o talento, e dar voz à nossa sociedade.'

É por isso que Naiana Kamile Thiel Ramon, 15 anos, estudante do 8º ano do colégio Gaspar Silveira Martins, vê no teatro e no canto, a oportunidade de uma futura profissão. Ela se declara apaixonada por tudo que possa envolver a arte.

Ciências 

Foto: Divulgação / Régis Fabris.

'Eu acho muito importante estudar Química e Física, estudar as ciências da natureza e os seus fenômenos. Gosto de calcular também, e me interesso quando as matérias se misturam e me desafiam.'

Leonardo Schuler tem 15 anos e é estudante do 1º ano do Ensino Médio na escola Monte das Tabocas. A novidade é que, para este ano, a instituição está preparando uma Feira de Ciências que promete mobilizar os alunos que gostam da matéria.

Liderança

Foto: Divulgação / Régis Fabris.

Para os estudantes do 3º ano do colégio Conêgo Albino Juchem, Grêmio Estudantil é papo sério. Marina Kerkoff e Mateus Cassariego fazem parte da atual diretoria e revelam gostar muito de participar. 'Quando entrei no Grêmio Estudantil, nem imaginava o que me esperava. O Grêmio me ajudou a ser alguém mais responsável', comenta Mateu.

Já para Marina, participar da liderança estudantil fez com que ela pudesse ampliar seus horizontes 'É uma responsabilidade maior quando você é a porta-voz de todos os alunos da escola', relata.

A dupla acredita que a oportunidade de desenvolver suas lideranças ainda na escola, os transformam em pessoas mais desinibidas, e isso é importante para ambas as áreas que forem seguir profissionalmente.

Esporte

'Eu gosto de jogar futebol, aprendo a conviver melhor com as pessoas, e a ter mais disciplina. Quero ser um jogador profissional.'

Lucas Camargo tem 16 anos, é estudante do 1º ano na escola Conêgo Albino Juchem, e confessa aproveitar todas as oportunidades que a escola oferece quando o assunto é futebol e competições.

Além das aulas de Educação Física, ele treina em um período oposto ao do horário de aula, e ainda revela vir de Linha Hansel de bicicleta sempre que necessário para os treinos, de duas a três vezes por semana.

Língua Estrangeira

 

'Eu escolhi estudar Alemão por diversos motivos: por já ter um pouco de conhecimento do dialeto da região, por saber da importância dessa língua no comércio local, e por ver a Alemanha como um ótimo destino para alavancar os estudos e até mesmo a carreira.'

Fernanda Luísa Schwaickhardt, tem 17 anos, é estudante do IFSul, e considera importante aprender o máximo de idiomas possíveis, pois só assim poderá 'agarrar' todas as oportunidades que possam vir a surgir daqui há alguns anos.