Lollapalooza: confira quais as pessoas que são a 'cara' do festival

Entretenimento
por: Taiane Kussler
Data: 27/03/2017 | 18:00

O Autódromo de Interlagos nunca esteve tão lotado como este ano, durante a realização do Lolapalooza 2017. Nesta edição, o festival bateu record de público, somando um total de 190 mil pessoas, durante os dois dias de evento musical.

Por trás da variedade de bandas e da apresentação de artistas consagrados do rock alternativo, heavy metal, punk rock e Grunge, está um público de diversidades que caracteriza o festival.  As pessoas que representam o Lolla são bem alternativas, vêm de lugares distintos e possuem origens diferentes mas, eles têm algo em comum: a energia e admiração pela música.

 Confira quais as pessoas são a 'cara' deste festival:

>> Antônio Neto, 24 anos, é produtor de moda e veio de São Luís (MA). O jovem foi ao festival, especialmente para assistir a Melanie Martinez, e para curtir o eletrônico.

>> Lívia Portela, 30 anos, é produtora de moda e mora em Pinheiros, na Zona Oeste:  O que mais gosta no festival é da galera. Apesar de já ter suas bandas preferidas, ela participa para curtir o show, como um todo.

>> Jadson Lima, 35 anos, designer; Adrielly Lima, 11 anos; Jacqueline Barbosa, 25 anos, recepcionista bilíngue. O festival não tem idades, neste caso, toda a família veio prestigiar. Eles moram em Interlagos, próximo ao autódromo, onde é realizado o Lollapalooza. Para eles, a realização do festival veio para contribuir, inclusive na questão econômica, já que, a família possui apartamento e aluga durante a temporada.

>> Evandro Luis, de 40 anos, é auxiliar de limpeza. Ele compara o festival como um carnaval fora de época. Apesar de ser bastante tumultuado, ele acha muito legal pois a alegria é contagiante.

>> Clara Marins, 20 anos, estudante; Daniel Moreno, 23 anos, economista. Para eles, o Lollapalooza é um momento de felicidade e de  energias positivas. Além disso, ele acredita que o festival abre espaço e visibilidade para bandas menores.

>> Gustavo Mathias, de 19 anos, é estudante e mora no Ipiranga, na Zona Sul. Para ele, o festival é uma experiência para conhecer pessoas do país todo, e a festa proporciona a descoberta de coisas novas. 

>> Mayra Ribeiro, de 22 anos, é estudante e veio de Belém (PA). É a primeira vez que ela foi ao evento mas adorou a experiência. Para ela, a melhor atração da noite foi o Two Door Cinema Club!

>> Mirela Casado, de 49 anos, e Fernando Delmas, de 48, são analistas de sistemas e vieram de Salvador (BA). O casal veio especialmente para curtir o Metallica. Eles consideram o festival uma proposta diferente, com um público mais alternativo.

>>Pablo Szpoganicz, de 26 anos, é engenheiro e mora em Moema, na Zona Sul. Para ele, o show proporciona algo diferente, uma aposta para sair da rotina e escutar música boa. 

>> Nicole Silva, de 21 anos, é estudante e mora no Capão Redondo, na Zona Sul. A jovem afirma que o Lollapalooza é um misto de emoções. Para ela, o público é muito receptivo e todo mundo tem o mesmo objetivo de curtir o momento e assistir às bandas. 

>> Gustavo Araújo, de 29 anos, é editor de vídeo e mora em Pinheiros, na Zona Oeste. Ele participou do evento com os amigos, a fim de assistir aos shows e as bandas.

>> Rafael Vitor, de 28 anos, é vendedor ambulante e mora em Parelheiros, na Zona Sul. Ele encontrou no festival uma alternativa de trabalho. 

>> Laura Mota, de 18 anos, é estudante e mora no Tatuapé, na Zona Leste. Conforme ela, o festival  tem muita energia positiva, onde a maioria das pessoas vêm para curtir. Ela acredita que, é um lugar propício para fazer amizades.

>>Eduardo Tardin, 30 anos, analista de sistemas; Aline Terolese, 25 anos, arquiteta; eles moram em Barueri, na Grande São Paulo. Ela salientou a animação das pessoas e a boa estrutura que o festival oferece.

>> Renata Novaes, de 33 anos, é jornalista e veio do Rio de Janeiro (RJ). Ela foi ao festival a trabalho, mas salienta que não é um evento da sua preferência.

Preparem-se para o Lollapalooza 2018!