Na Pilha!

Histórias no Escuro: a experiência sensorial que você precisa conhecer

Entretenimento
por: Luana Andrade
Data: 14/05/2018 | 13:30

Uma experiência sensorial cuja premissa sugere que 'de olhos fechados, a verdadeira jornada começa olhando para dentro de si'.

Assisti ao espetáculo teatral Histórias no Escuro na última sessão da noite de ontem, 13 de maio, e os sentimentos ainda fervilham no coração deste serzinho que vos fala. Sabia que seria uma experiência inovadora, que o grupo tinha qualidade cênica e que não deveria me blindar ao ser conduzida pela desconhecida escuridão. Não sabia, no entanto, da intensidade da peça, da quantidade de sensações possíveis e de quão atemporal seriam as histórias.

A sensorialidade do teatro certamente vai reverberar de uma forma muito particular em cada membro da plateia. A experiência nos oferece a oportunidade de sentirmos confortáveis em um ambiente onde toda a escuridão é preenchida pela nossa imaginação. E nós, que costumamos temer nossas próprias emoções, somos convidados a nos permitir. Àqueles que gostam de questionar o que é arte num cenário de tantos estímulos, eu arrisco responder que a arte é exatamente isto: internalizar, exteriorizar e sobretudo, permitir.

Meu relato não pretende dar spoiler - é quase impossível - mas sugerir que mais e mais pessoas sejam impactadas por vivências libertadoras assim. Venâncio Aires tem uma cena cultural bastante tímida, e quando surge a oportunidade de ver um grupo jovem e incrivelmente maduro como o Sol Brasileiro, precisamos aproveitar! Essas histórias precisam reverberar em muitos corações!

Que coisa linda, gurizada! Gratidão por vivenciar uma noite tão especial!

Foto: Juliana Bencke / Divulgação0

Histórias no Escuro
O espetáculo de 60 minutos acontece no Anexo Music Garden, na rua Conde D"Eu, 1.286. As sessões podem ser agendadas com o orientador cênico Marcio Rodrigues pelo WhatsApp (51) 99798 5946. São permitidas cinco pessoas por sessão.

Ingressos
- R$ 20 e R$ 10 (meia-entrada para estudantes), adquiridos na hora do espetáculo

Sessões
- Sextas-feiras (às 19h, 20h15min e 21h30min)
- Domingos (às 17h, 18h15min, 19h30min e 20h45min)

Classificação - 14 anos.


Fisk