Na Pilha!

Fique de olho na Miopia Urbana

Da edição
por: Régis Fabris
Data: 07/12/2017 | 09:55

Você passa muito tempo dentro do seu quarto, com o rosto próximo à tela do smartphone ou computador? Cuidado, você pode ser um forte candidato a desenvolver a Miopia. O que antes podia ser 'pegação no pé' dos adultos, hoje já é apontado como uma das principais causas para um crescimento nunca antes visto na incidência de Miopia na população mundial.

Segundo estudo mais recente divulgado na área, a previsão é de que até 2050, cerca de 50% das pessoas em todo o mundo desenvolvam a doença. Mais do que fatores genéticos, cientistas estão apontado os hábitos diários como os causadores do que têm chamado de 'Miopia Urbana'.

Na edição de hoje, portanto, o Na Pilha! aborda esse tema, e mostra que, embora Miopia tenha correção e até cura, nunca é demais prevenir. Então, que tal programar algumas atividades ao ar livre, e usufruir dos benefícios que a luz natural pode trazer à sua visão? Saiba mais a seguir!

###

Fique atento!

A Miopia pode ser causada por uma série de fatores genéticos, mas você pode ajudar a preveni-la com algumas medidas ambientais: procure passar mais tempo ao ar livre (mas lembre-se de usar óculos escuros com proteção nos horários com maior incidência solar), e quando for ler, mantenha a distância de ao menos um braço do objeto em questão. Tablets e smartphones são ótimos, mas alterne seu uso com leituras em papel, que não imitem a luz branca dos eletrônicos.

###

Fala aí, doutor!

A Miopia é um erro do olho refrativo, e segundo o oftalmologista Ricardo Schwendler, a causa principal dessa doença é a ocorrência do globo ocular maior do que a média da população, assim tendo o 'olho comprido', como alguns profissionais da área classificam.

Foto: Divulgação / Régis FabrisO oftalmologista Ricardo Schwendler explica o que pode causar a Miopia
O oftalmologista Ricardo Schwendler explica o que pode causar a Miopia

A miopia pode surgir por fator genético, de ambiente, ou simplesmente porque os hábitos visuais de determinada pessoa à levaram a criar esta doença. O principal sintoma da miopia é a baixa da visão para longe, visão embassada e borrada. 'Geralmente acontece em crianças e adultos jovens, dificilmente inicia em pessoas acima de 40 anos', completa o profissonal.

Mas se engana quem acha que a doença pode não ter cura. De acordo com Ricardo Schwendler, a cirurgia pode ser feita sim, mas para isso, a pessoa não pode ser mais adolescente. O motivo é que até os vinte e poucos anos, a miopia pode aumentar; por isso, é necessário cuidar dela até a idade ideal para realizar o procedimento.

Logo quando descoberta, a primeira indicação que podem ser feita por um profissinal é o uso de óculos ou lente de contato para corrigir a visão.Com as ações certas, é possível aumentar as chances de que a visão fique livre desse problema de refração da luz, mas também é importante entender que o fator genético desempenha um papel importante nesse sentido.

Por isso, o oftalmologista pede que se evite a exposição prolongada a aparelhos eletrônicos, ou seja, ficar muito tempo em frente à televisão, computador ou celular, porque isso pode fazer com que o olho sofra algumas alterações, especialmente na fase de desenvolvimento e crescimento.

###

Das dores de cabeça, a descoberta da Miopia

Marina Peiter identificou a Miopia aos 15 anos, e desde então, passou a usar óculos. Ela sofre com 1,25 grau no olho esquerdo e 0,25 no direito.

Foto: Divulgação / Na Pilha!Marina descobriu o problema aos 15 anos, devido a dores de cabeça
Marina descobriu o problema aos 15 anos, devido a dores de cabeça

Ela conta que tudo começou na escola, quando sentar no fundo da sala virou, literalmente, uma dor de cabeça. Foi então esta a maior mudança que ocorreu: se livrar das dores de cabeça frequentes.

Com o passar dos anos, a Miopia de Marina foi aumentando, e agora sem óculos, ler ou enxergar algo um pouco longe é impossível para a jovem. 'Sempre que estou um tempo sem, coloco os óculos e acho incrível a diferença. Fico pensando: como eu não percebia que não enxergava antes de descobrir que tinha Miopia?'.

Em grande parte dos casos, a Miopia é uma doença ocular hereditária, e na família de Marina, todos fazem o uso dos óculos. A Miopia tem cura, através de cirurgia, conforme orientação e indicação de um profissional, mas a jovem diz que por enquanto, não pensa em fazer. 'Acho o olho uma parte muito sensível, prefiro continuar usando meus óculos', afirma.

###

Miopia, hipermetropia e astigmatismo:qual a diferença?

Foto: Divulgação / Na Pilha!A imagem na visão de uma pessoa que não possui problemas oculares
A imagem na visão de uma pessoa que não possui problemas oculares
Foto: Divulgação / Na Pilha!A imagem no olhar de quem tem Miopia
A imagem no olhar de quem tem Miopia

Miopia - Na Miopia, o foco visual se forma antes da retina. Então o paciente tem dificuldade de enxergar de longe.

Hipermetropia - A Hipermetropia é o contrário da Miopia, pois quem tem, sofre para ver de perto. É quando o foco se forma depois da retina.

Astigmatismo - Quem tem astigmatismo não vê direito nem coisas próximas, nem afastadas. É quando o foco visual, ao invés de se formar em um único ponto, se forma em dois pontos. Pode ser antes e depois da retina. É como se faltasse foco e a visão ficasse borrada.