Na Pilha!

Early bird ou night owl: quem é você?

Da edição
por: Régis Fabris
Data: 26/01/2018 | 08:53

É sábado pela manhã, você está de férias, e nada te impede de dormir até mais tarde. No entanto, basta clarear o dia, que seus olhos abrem, e você chega a sentir dores se ficar mais tempo na cama. Pode ser, também, que você passou a tarde meio sonolento, quase não conseguiu olhar todo aquele episódio da sua série favorita, mas quando todos da sua casa estão indo para a cama, você ganha uma dose extra de energia. É dez da noite, e você sente como se pudesse correr uma maratona, escrever um livro ou passar a madrugada dançando. Se identificou?

Mais do que hábitos inusitados, as situações descritas acima são muito comuns para pessoas do tipo 'early bird' ou 'night owl'. 'Passarinho madrugador' e 'coruja da noite', em uma tradução livre das expressões em inglês, são nomes dados a pessoas cujo relógio biológico determina os momentos do dia de maior produtividade ou necessidade de descanso.

###

Fala aí, Doutora!

Segundo a médica, Renata Avanza Wunderlich, o relógio biológico se refere ao que chamamos de ciclo circadiano, ou seja, nossos hormônios são liberados de acordo com as necessidades do nosso dia a dia. De manhã, temos níveis mais elevados de determinados hormônios para que possamos estar mais alertas e termos energia para as atividades. Ao longo do dia, há uma queda desses hormônios, para que haja o descanso adequado do corpo. O corpo se adapta a rotina de cada um e esse 'relógio' funciona de acordo com as necessidades do nosso dia, explica. 

Foto: Divulgação / Na Pilha!Renata Avanza Wunderlich é  médica especialista em Endocrinologia e Metabolismo
Renata Avanza Wunderlich é médica especialista em Endocrinologia e Metabolismo

Renata diz que a média diária de sono é de 8 horas e que o ideal é mantermos a rotina do sono a noite e não ao dia. 'Os hormônios interferem na fome, irritabilidade e são capazes, inclusive, de elevar a pressão arterial e alterar o metabolismo da glicose. Portanto, é importante manter a orientação do sono noturno, que é fisiológico', salienta.

###

Rotina que não muda nem nas férias

Larissa Schneider, tem 17 anos e nos conta que mesmo estando de férias das aulas não consegue atrasar muito o seu relógio biológico. Desde pequena a jovem sempre estudou pelo período da manhã e com o passar dos anos acabou virando um hábito acordar cedo. 'Minha mãe nunca deixava eu dormir até tarde, sempre inventava várias coisas para eu fazer, isso acabou virando rotina e hoje já é normal', completa.

Foto: Divulgação / Na Pilha!Larissa revela que mesmo estando de férias não consegue dormir até tarde
Larissa revela que mesmo estando de férias não consegue dormir até tarde

É obvio que nas férias ela se da o luxo de dormir um pouco mais e aproveitar para fazer atividades que antes não conseguia em função do tempo, como assistir séries, filmes, e curtir a família e os amigos. Embora ela vá dormir entre às 23h e 1h, seu sono não costuma ultrapassar muito ás 8h da manhã, quando a jovem já está de pé e ativa.

Ela diz que tenta sempre dormir as oito horas de sono recomendadas. 'Não abro mão de uma noite bem dormida, pois muda a produtividade dos estudos e até mesmo dos treinamentos que faço', enfatiza.

###

É férias que fala, né?

Para Naiana Ramos, 14 anos, a palavra férias é sinonimo de dormir muito. Ela consegue sair totalmente da rotina de quando tem aula. Aproveita para dormir tarde e acordar mais tarde ainda. Se pudesse se definir, se definiria como uma pessoa noturna.

Á noite tem dias que chega a ir dormir pelas 3horas da manhã. Aproveita que pode e se distrai olhando filme, mexendo no celular e também gosta de aproveitar com a família e amigos quando pode. Já na hora de acordar, segundo a mãe Marcia Thiel é um 'stress' e ela fica braba se tentam acorda-lá. Naiana ás vezes consegue dormir até ás 15:30h da tarde.

Foto: Divulgação / Na Pilha!Naiana aproveita as férias para colocar o sono em dia
Naiana aproveita as férias para colocar o sono em dia

O problema é quando as aulas iniciam, para o relóginho biológico dela voltar ao normal, ela confessa que sofre bastante. Mas enquanto isso, ela aproveita, e diz que, considera importante o período do sono, tentando sempre dormir as 8 horas recomendadas.

###

Dicas para voltar a rotina depois das férias:

- Uma semana antes do termino das férias, tentar voltar à rotina de antes, para que o corpo se apadte as mudanças ;

- Lembre-se corpo e mente descansados, com uma noite de sono adequada, tem uma melhor capacidade de aprendizado;

- Para melhora do sono noturno, o ideal é não termos estímulos luminosos como os vindo do celular, TV e computador, pois, bloqueiam o hormônio do sono, a famosa melatonina, o que gera uma perda da qualidade do sono;

- Induzir o sono com uma leitura ou uma música é uma boa dica;