Bem-vindo à Cougar Town

No Controle
por: João Pedro Filippe
Data: 26/07/2016 | 14:30

Friends foi um dos seriados de comédia mais impactantes da história - bem, não particularmente pra mim, que não cheguei a terminar nem a primeira temporada. Com isso em mente, nada melhor que matar a saudade com algumas séries dos ex-friends, né?

Cougar Town é a segunda série pós-Friends da Courteney Cox, a Mônica. Aqui ela interpreta Jules, uma mulher de 40 anos apaixonada loucamente por vinho e garotos mais novos - uma premissa que rapidamente é jogada pela janela, para a alegria de todos.

Enquanto as duas primeiras temporadas tiveram um caminho bem esburacado e arcos muito sem sentido e graça, a partir da terceira temporada as coisas começaram a ficar boas: o foco deixou de ser em romance e pulou para seu círculo de amigos e sua paixão por vinho, bem como os relacionamentos destes amigos com suas famílias e companheiros. Com essa mudança, a série virou com facilidade uma das melhores da televisão nos anos em que seguiu no ar, ficando nessa categoria até sua inevitável morte em 2015 após seis temporadas.

Um dos elementos mais envolventes e emocionais de Cougar Town é a relação de Jules com seu pai, que invés de ser retratada como aquela coisa chata que várias sitcoms fazem é mostrada com amor e complexidade. Mas chega de falar da Jules. Vamos mergulhar nas personalidades de seus amigos!

Ellie mora do lado da casa de Jules e compartilha de sua paixão por vinho. Ela é a personagem mais ácida e dura e 100% engraçada justamente por causa disso. Seu marido Andy é o melhor amigo do ex-namorado de Jules, Bobby, fazendo com que todos sejam bem próximos. Um vizinho novo, Grayson, é o garanhão dono de um bar que aparece do nada em uma casa pela vizinhança e chama a atenção de todos. E falando em chamar atenção, Laurie é a assistente de Jules que sempre precisa ser o centro das atenções e tem um romance será-que-vão-ou-não? com o filho de Jules aspirante a artista, Travis.

Se você quer algo leve e com poucos episódios (as temporadas consistem em 13-15 episódios com exceção das duas primeiras), pode se jogar de cara. Porém, se você procura por uma série mais parecida com Friends e com menos temporadas tente Happy Endings: é uma das melhores comédias que tivemos recentemente e segue um grupo de amigos adultos morando em Chicago - incluindo um dos poucos retratos realistas de personagens gays.

Outros programas igualmente ótimos de ex-friends incluem Go On com Matthew Perry, Episodes com Matt Le Blanc e Web Therapy ou The Comeback com Lisa Kudrow - que já abordei por aqui lá em Fevereiro.